quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

Concurso BB 2020: Com dois editais previstos, banco quer selecionar mais jovens





Para ocupar as vagas de concursos públicos em 2020, o Banco do Brasil (BB) pretende mudar a forma de atrair os candidatos com o objetivo de chamar a atenção dos jovens, mais especificamente da geração millennials. A informação é da Coluna Broadcast, do Estadão.

O banco tem como finalidade recrutar quem entende de redes sociais e transformação digital, eventos em faculdades e polos tecnológicos. Serão cerca de 40 a 60 vagas que terão esse perfil sendo que os aprovados nos certames deverão ter acompanhamento de gestores.

Lembrando que o BB já tem dois concursos previstos para este ano, um voltado para o cargo de escriturário tradicional, que pode ter edital publicado em março, e também o certame para a área de Tecnologia da Informação (TI). No primeiro caso, os salários são de R$ 4.036,56, já para o segundo o piso é de R$ 10 mil.

Ao salário de escriturário já está somado os valores de auxílios-refeição e alimentação, mas os aprovados ainda recebem: auxílio-transporte (varia de acordo com a localidade do funcionário);  participação nos lucros ( paga duas vezes ao ano); plano de saúde e odontológico; previdência privada com participação do banco; auxílio creche/babá; auxílio ao filho com deficiência; e possibilidade de ascensão profissional.
Vale destacar que isso é mais do que os jovens costumam ganhar em empresas privadas das cidades São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, localidades de lotação das vagas.

Último concurso Banco do Brasil 2018

último concurso para o BB aconteceu em 2018 trazendo como diferencial dos certames anteriores o conteúdo programático da prova. Desde aquela época o banco mostrava ter preferência pelo perfil mais jovem dos candidatos ao definir a maior parte de questões, 25, como de Conhecimentos de Informática, e não sobre Conhecimentos Bancários, como geralmente fazia.
A prova também contou com 20 questões de Probabilidade e Estatística. A avaliação teve 70 questões no total, sendo 20 de Conhecimentos Básicos e 50 de Conhecimentos Específicos, além de redação. Apenas os classificados na avaliação objetiva tiveram os textos corrigidos.
A concorrência foi bem grande, cerca de 150 mil candidatos se inscreveram para realizar o exame em Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. O concurso foi para o cargo de escriturário tradicional e foi homologado em 2018 com validade de um ano, podendo ser prorrogado por mais um.

FONTE: Edital Concursos Brasil 
essa materia:    Facebook  Twitter  Google+

0 comentários: