quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Gestão Honra e Trabalho é acusada por abandonar Casa de Apoio Lorinha Assaiante em São Luís -MA

 A cidade de Pedreiras encontra-se em um verdadeiro caos, como se não bastassem ás tamanhas injustiças para com os pobres Pedreirenses, que infelizmente boa parte deles, ainda depende do poder público para sobreviver, não somente os de vidas saudáveis estão sendo esquecidos, como também os que estão sofrendo com problemas de saúde, como é o caso das sérias denúncias gravíssimas  que foram feitas á Casa de Apoio Loirinha Assaiante em São Luis-MA.

  De acordo com a notícia veiculada pelo Blog do Nelsinho, um denunciante que falou anonimamente ao blogueiro, mas logo é revelado durante os esclarecimentos do Dr. Alexandre Assaiante, afirmou que a casa de apoio estava completamente abandonada pela Gestão Honra e Trabalho, os pacientes sofrem com más condições de atendimento e hospedagem, falta de transporte para locomoção, ainda afirmou que o carro que ficava responsável pela locomoção dos pacientes aos hospitais estava completamente quebrado desde agosto do ano passado (2018). Até as refeições que eram de responsabilidade do Governo França,  deixaram de ser ofertadas por completa, tendo o paciente tirar do próprio bolso dinheiro para comer.
Vejam os esclarecimentos do Dr. Alexandre Assaiante
A Associação Renascer, presidida por mim, Alexandre Assaiante, é apenas uma grande parceira desse projeto, nós nos mobilizamos e POR LIVRE ESPONTÂNEA VONTADE (NÃO POR OBRIGAÇÃO) fizemos grandes coisas desde a inauguração da Casa, como por exemplo a conquista da mobília quase que integral do imóvel, alimentação que com certa frequência mandamos, toalhas, colchas de camas que sempre estamos enviando peças novas, etc, etc...
- A grande responsável pela manutenção da Casa de Apoio Lorinha Assaiante (aluguel, salário dos servidores, transporte e a própria alimentação em si) ficou a cargo da Prefeitura Municipal de Pedreiras, que inclusive a incluiu em seu plano de governo, assumindo com isso responsabilidade junto toda sociedade pedreirense de mantê-la.
- O fato da casa levar o nome de minha mãe, LORINHA ASSAIANTE, não passa a mim a responsabilidade de geri-la ainda que essa seja a minha vontade. No entanto, assumir essa missão exigiria um esforço hercúleo de minha parte e, infelizmente, eu não tenho condições, principalmente financeiras, de fazer isso (pois o valor que pra mim é muito, para o município de Pedreiras é insignificante)
- Espero profundamente que as denúncias feitas pelo Dr. Allan sejam devidamente esclarecidas pela atual gestão de Pedreiras. Eu não aceitaria em hipótese alguma que o nome honroso de minha Família, de minha mãe, estivesse incluso em tamanha vergonha e servisse para acobertar posturas dúbias e ímprobas do Prefeito Antônio França.
- Em relação a falta de transporte para os pacientes que lá ficam internados, recebi a denúncia de uma das acompanhantes informando sobre isso e de imediato procurei um assessor do Prefeito que até hoje não me deu um retorno sobre o assunto.
- Diante disso já solicitei uma reunião com a Secretária de Saúde e Prefeito para tratarmos e esclarecermos alguns pontos a respeito dos serviços que estão sendo oferecidos pela Casa de Apoio. A reunião está para ser marcada.
- Independentemente disso, todas as denúncias feitas serão imediatamente encaminhadas por mim ao Conselho de Saúde de Pedreiras para as devidas investigações.
Att.
Alexandre Assaiante
Pedreiras-MA, 04 de janeiro de 2019.


essa materia:    Facebook  Twitter  Google+

0 comentários: