segunda-feira, 7 de maio de 2018

Um dos herdeiros entra na justiça para cancelar o pedido de compra e venda do prédio do "Velho Higino"

        O senhor Marcos Aurélio Fernandes Gusmão, morador daqui da cidade de Pedreiras, pediu espaço pra levantar uma nota aqui no Blog, falando a respeito da venda do imóvel do Prédio do Higino, localizado na Avenida Marly Boueres, no bairro Mutirão, Pedreiras -MA.

A imagem pode conter: árvore, céu, nuvem, planta, atividades ao ar livre e natureza

     
      O mesmo afirma ser um dos herdeiros e filho de Eduardo Gomes Teixeira e neto do Higino Teixeira, que deixou como herança  um prédio que hoje seria um grande hospital e talvez até  o melhor hospital jamais visto em Pedreiras e região, porém isso não aconteceu.

   O senhor Marcos Aurélio Fernandes Gusmão, já entrou com uma ação na justiça para cancelar o pedido de compra e venda do prédio, insatisfeito de não ter sido convocado pelos familiares para está a par  dessa negociação, que segundo ele foi feito " por detrás dos panos" procurou a justiça para que pudesse ser concedido á anulação do pedido de compra e venda do antigo prédio do velho Higino.

   Senhor Marcos alega que " na certidão do imóvel não consta o nome de seu pai , Eduardo Gomes Teixeira como herdeiro"




  Nenhum texto alternativo automático disponível.

essa materia:    Facebook  Twitter  Google+

1 comentários:

Anônimo disse...

Por que o reclamante não tem o sobreno do pai? Eduardo Gomes Teixeira (pai), Marcos Aurélio Fernandes Gusmão (filho).